[ando reparando]

Observo que na embalagem do shampoo está escrito sua função de ‘reparador’. A máscara que substitui o condicionador estampa ser ela à base de ‘óleo reparação’. Afinal, o que ambos reparam? Reparam se algum fio caiu, se passou a ser branco da noite pro dia, ou repara nas nuvenzinhas que por vezes encobre a cabeça da pessoa? Feio isso de ficar reparando. A idéia de origem era que um lavasse e outro desembaraçasse. Só.

Como celular que apenas servisse de telefone, quando muito de agenda de números. O mais simples tem lanterna, os refinados daqui a pouco hão de substituir terapeutas e analistas e passarem eles também a reparar se você está bem.
– Vamos conversar sobre o que está havendo?, diz o 3 , 4 ou 5G que se terá em mãos.
Em tempos de Big Brother, a tendência deve ser mesmo essa, observarmos o que está em volta e deixarmos de considerar apenas o próprio umbigo, ainda que seja cada umbigo a medida do olhar em direção ao outro – isso se o umbigo não for apagado ou duplicado pelo Photoshop!
(Talvez eu devesse deixar de reparar no que está escrito na embalagem do shampoo e tomar meu banho sem gastar muita água.)

\\escrito em 24.abr.09

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s