[repensado]

por hora meu desassossego é violento. marquei na chuva um nome que nunca mais li.
ele foi pra mim o motivo das sombras em horas de sol intenso.
um refugio pras bocas abertas de tanto correr.
o respiro e o suor corrido eram os traços deixados nos corpos feitos de ar. e embora eu não soubesse como me atravessar, subi pra longe das minhas alturas, deixando os calcanhares livres sobre as pontes invisiveis.

repensando, assim me fiz do começo ao fim.

 

\\escrito em 11.fev.08

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s